Inscrever nesta edição Manifestar interesse Pedir contacto

Informação sobre a edição do curso

  • 16

  • 19/01/2018

  • 20/01/2018

  • 800.00

  • Observações

    O desenvolvimento técnico-científico na área da medicina, tem permitido prolongar cada vez mais a esperança de vida da população portuguesa, assim, como uma ilusão de encarar a vida quase como um bem interminável pela rapidez de diagnóstico e de tratamento das doenças.
    No entanto, este envelhecimento demográfico e as várias alterações em saúde, resultam noutros problemas como doenças  oncológicas, SIDA, doenças neurológicas degenerativas, insuficiências avançadas de orgãos (respiratória, cardíaca, e outras), contribuindo para a existência de um vasto grupo de doentes crónicos, que padecem de grande sofrimento físico, psicológico, familiar e social, além de elevada dependência, sendo que, para estes, o objectivo da cura não é plausível.
    Este tipo de doentes, cada vez mais frequentes na nossa prática diária, têm necessidades complexas, que exigem dos profissionais de saúde investimento e preparação científica e humana para prestar cuidados de qualidade.
    O cancro está entre as três principais causas de morte em Portugal. Apesar de as taxas de cancro da cabeça e pescoço terem vindo a baixar nos últimos 20 anos, as agências de saúde nacionais prevêem que este ano serão diagnosticados cerca de 1000 novos casos. Há vários factores que podem diminuir a mortalidade do cancro oral e da cabeça e pescoço, como os rastreios de cancro oral, o diagnóstico precoce e tratamento e a identificação e tratamento de patologia oral pré maligna.
    Conhecer as características clínicas e estabelecer um diagnóstico anatomopatológico e conhecer os protocolos de diagnóstico e tratamento do cancro oral permite ao médico dentista referenciar e/ou tratar os doentes com patologia oral pré maligna ou cancro oral e aumentar significativamente as taxas de cura e de intervalo livre de doença.

  • Objetivo Geral

    Adquirir e aprofundar conhecimentos na área da patologia e oncologia oral procurando gerar mudanças de atitudes e capacitar os profissionais de saúde para fazer face às necessidades  de diagnóstico, referênciação e de apoio a este tipo de doentes da área oro-maxilo-cervical, normalizando e promovendo as  actividades de rastreio e melhorando o acesso e a qualidade dos cuidados de saúde oncológico.

  • Objetivos Específicos


    • Conhecer a morfologia oral, maxilo-facial e cervical;

    • Reconhecer as queixas mais comuns da área anatómica referida;

    • Reconhecer as alterações de morfologia e estruturais mais comuns;

    • Realizar o exame oral clínico em 90 segundos;

    • Conhecer a patologia benigna e maligna mais comum da área anatómica referida;

    • Realizar diagnóstico diferencial da patologia oro-cervico facial;

    • Aprender a identificar e diagnosticar as patologias oro cervicais mais comuns;

    • Adequar a referênciação dos doentes;

    • Conhecer a rede de referênciação oncológica nacional;

    • Conhecer a comunicação básica com doentes com suspeita de doença oncológica.

  • Conteúdos Programáticos

    Anatomia e morfologia oral e cervico facial
    1:00h
    A normalidade oro cervico facial
    00:30h
    O exame Oral clínico em 90 segundos
    00:30h
    Reconhecer as alterações de morfologia e estruturais mais comuns
    02:00h
    Queixas mais comuns da área anatómica
    00:30h
    Conhecer a patologia benigna mais comum da área anatómica referida
    02:00h
    Conhecer a patologia maligna mais comum da área anatómica referida
    02:00h
    Diagnóstico diferencial da patologia oro-cervico facial
    02:00h
    Aplicação teórico prática com casos clínicos dos conhecimentos adquiridos
    02:00h
    Aplicação prática com prática simulada em modelo animal de biópsias e cirurgia oral
    03:00h
    Avaliação e encerramento do curso
    00:30h

Inscrever nesta edição Manifestar interesse Pedir contacto